blog-banner

Como atrair clientes para loja: dicas para driblar o movimento fraco

Publicado em: 06/11/2020 11:55 | Atualizado em: 06/11/2020 14:35

ima atraindo pessoas

 

As reclamações dos varejistas a respeito do movimento fraco nas lojas não é algo novo. De tempo em tempo, os comerciantes sofrem com a queda brusca nas vendas e precisam pensar como atrair clientes para a loja.

 

Seja pela baixa após as datas comemorativas ou pelas variações econômicas, driblar o movimento fraco é o desafio contínuo dos lojistas. Em tempos de pandemia então, parece que o problema é ainda maior para os varejistas.

 

Os fatos por trás da queda nas vendas e do movimento fraco

 

Paralelo ao movimento fraco em algumas lojas, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram um crescimento de 5,2% nas vendas do comércio varejista em julho/2020. Este percentual representa inclusive a 3º alta mensal consecutiva do ano, como mostra o gráfico abaixo:

 

grafico vendas do comercio

 

Mas essa realidade de crescimento nas vendas não é uma realidade para todos!

 

Por que será que isso está acontecendo?

 

A principal resposta está na forma como alguns lojistas encaram esse tempo de crise econômica. Eles se deram conta que não tem como esperar o consumidor vir até a loja para que o movimento melhore, é preciso ter uma postura mais ativa e criar estratégias de atração de clientes.

 

Confira abaixo algumas dicas práticas, simples e baratas praticadas por muitos lojistas no varejo para superar a crise.

 

Dicas de como atrair mais clientes para a loja

 

Os momentos de baixa nas vendas são ideais para repensar o planejamento do negócio e investir em melhorias para atrair novamente o cliente.

 

Se o movimento estiver fraco, busque avaliar quais mudanças podem ser feitas na sua loja para despertar o interesse dos clientes. Não precisa pensar em investimentos elevados, basta listar pequenas melhorias que serão significativas na divulgação e atração do cliente.

 

notebook e graficos

 

Alguns exemplos práticos para te ajudar são:

 

  • Explore as novas tecnologias

O que salvou muitas empresas nesse tempo de pandemia foi o uso de ferramentas tecnológicas digitais. Alguns lojistas com porte maior buscaram opções mais avançadas para a venda online e construíram sites com seus produtos. Já outros utilizaram a criatividade e passaram a usar o WhatsApp Business como um canal de venda online.

 

Esse canal de comunicação tão utilizado pelas pessoas hoje em dia tem sido uma ferramenta importante para as empresas. Ele facilita o contato direto com o consumidor e ajuda a construir um relacionamento mais próximo e um atendimento mais personalizado.

 

O melhor dessa estratégia é o custo praticamente zero. Afinal, qualquer aparelho celular com dois chips pode ser facilmente adaptado para essa finalidade.

 

  • Melhore o marketing do seu negócio

Mesmo que sua empresa não disponha de uma equipe de marketing, é possível criar estratégias para a sua loja. Tudo isso de forma simples e barata

 

lampada com desenhos

 

  1. Use o catálogo do WhatsApp Business

    Além de usa para atendimento, o WhatsApp também pode ser usado para divulgação dos seus produtos seja através de mensagens promocionais ou do uso da ferramenta catálogo, disponível no aplicativo.

  2. Explore as redes sociais

    Outra forma de melhorar o seu marketing é explorando mais as redes sociais para o seu negócio. Você pode criar um perfil nas principais redes e compartilhar informações sobre a sua loja, como horário de atendimento, produtos, promoções, entre outros.

  3. Crie eventos promocionais

    Pense em itens atrativos que podem ser do interesse dos clientes e promova um sorteio. Mas atenção, antes avalie o seu negócio e veja quais produtos você pode usar para doar como brinde na promoção.

  4. Promova liquidações em diferentes setores

    Às vezes um produto já está na lista de compra do cliente, mas talvez o preço ainda não facilite a compra. Mas diante de uma liquidação o consumidor percebe a oportunidade compra e, mesmo que não esteja precisando no momento, adquire o produto pensando na vantagem do desconto e no medo de perder dinheiro no futuro, quando o preço voltar ao normal.

Às vezes um produto já está na lista de compra do cliente, mas talvez o preço ainda não facilite a compra. Mas diante de uma liquidação o consumidor percebe a oportunidade compra e, mesmo que não esteja precisando no momento, adquire o produto pensando na vantagem do desconto e no medo de perder dinheiro no futuro, quando o preço voltar ao normal.

 

Você pode aproveitar o movimento estiver fraco para realizar algumas liquidações de surpresa ou usar datas comemorativas.

 

  • Mantenha um atendimento de qualidade e personalizado

A forma como o consumidor é atendido será determinante para o seu retorno e boca a boca positivo para outras pessoas. Por isso, os atendentes devem sempre ser cordiais e ouvir atentamente cada questionamento do cliente.

 

vendedor com cliente

 

Não foque apenas na venda, mas em promover uma boa experiência de compra ao cliente de forma que ele se sinta valorizado e importante para a sua empresa.

 

  • Melhorias no ambiente da loja

Talvez você não saiba, mas 70% das decisões de compra são tomadas quando o consumidor está no ponto de venda. E mais, se eles se sentirem confortáveis no ambiente, podem adquirir 40% a mais do que tinham planejado.

 

Por isso é tão importante o cuidado com a loja, o atendimento e a forma de exposição dos produtos. Quanto mais atrativo o ambiente, melhor será a experiência do cliente e, consequentemente, o volume de vendas.

 

Então, atenção para as dicas abaixo:

 

  1. Torne o ambiente da loja atrativo e agradável

    Quando falamos no ponto de venda, elementos visuais podem influenciar diretamente na entrada ou permanência do consumidor na loja. Por isso, utilize uma fachada atrativa e cuide da manutenção dela; tenha atenção às cores e iluminação usadas no interior da loja, elas podem influenciar nas emoções do cliente; mantenha a organização e harmonização na exposição dos produtos; e, por fim e não menos importante, cuide da limpeza da sua loja.

  2. Descubra quais são as zonas frias e quentes da sua loja:

    Cada loja tem as áreas com maior e menor circulação de pessoas, o que chamamos, respectivamente, de zonas quentes e zonas frias. Busque observar o comportamento de compra dos seus clientes e descubra quais são esses locais.


    Feito isso, coloque alguns produtos com baixo volume de vendas nas áreas quentes para estimular a compra. Um bom exemplo disso são os caixas onde os varejistas costumam expor alguns itens para incentivar a compra por impulso.


    Uma outra sugestão nesse sentido é direcionar o caminho do cliente. Caso sua loja seja grande com, no mínimo, dois corredores, pense em trajetos que podem ser feitos pelo consumidor e distribua produtos ao longo desse caminho.

  3. Use painéis expositores e prateleiras

    Com baixo custo e alta eficácia, os painéis e as prateleiras facilitam a divulgação dos produtos na loja, ajudando o consumidor a encontrar o que deseja e visualizar melhor os itens, podendo inclusive tocar no material.

    Quanto ao uso das prateleiras, é importante lembrar da divisão dos produtos nas gôndolas: aqueles de maior valor devem permanecer à altura dos olhos, e menos procurados devem estar abaixo ou acima dessa altura.

    Já os painéis, eles são ótimos para expor acessórios e ferramentas, ajudando os clientes a lembrar de itens que porventura tenham esquecido de levar.

    Se quiser conhecer algumas opções para a sua loja, visite nossa página exclusiva de painéis: Expositores para produtos

 

Agora é hora de colocar a mão na massa e aplicar as dicas que compartilhamos!

 

Recapitulando os principais itens para você não esquecer:

  • Explore as novas tecnologias e promova um atendimento mais personalizado ao cliente.
  • Cria ações de marketing realizando divulgação dos produtos, promoções e liquidações.
  • Mantenha um atendimento de qualidade e personalizado.
  • Melhore o ambiente da loja e proporcione boas experiências para o consumido.

 

Visite nosso blog e conheça outras dicas para a sua loja!

 

Acesse: completa.com.br/blog

DESTAQUES

Diferenças entre as corrediças telescópicas e corrediças com roldana

Diferenças entre as corrediças telescópicas e corrediças com roldana

Talvez você não saiba, mas as corrediças telescópicas e com roldana são os principais modelos responsáveis por garantir a mobilidade de gavetas instaladas em armários, aparadores, gaveteiros, entre outros móveis da casa. Por isso, esse tipo de ferragem é tão importante para abertura e fechamento dos compartimentos.

Rodinha para móveis e rodízios industriais: principais diferenças e funções

Rodinha para móveis e rodízios industriais: principais diferenças e funções

A rodinha para móveis é um daqueles acessórios quase invisíveis no dia a dia, mas um item imprescindível para o bom funcionamento de um móvel que precisa ter mais facilidade na locomoção. Na hora de escolher a rodinha você deve considerar diversos fatores, tais como: ambiente, peso e tipo de rodízio.

MAIS ACESSADOS

Tags

Para mais infomações sobre estoque, preços e condições comerciais acesse nossos Termos e Condições

© Todos os direitos reservados COMPLETA - 2021