blog-banner

Pés para móveis: uso, aplicações e principais modelos

Publicado em: 15/07/2021 14:02 | Atualizado em: 28/09/2021 15:32

Capa pés para moveis, pé madeira, pé metal, pé rodizio

Pés para móveis: uso, aplicações e principais modelos

 

Os pés para móveis são acessórios essenciais para garantir a estabilidade e a firmeza da estrutura das mobílias residenciais e industriais. Por isso, é comum ver tanto os profissionais de marcenaria quanto consumidores a procura desse objeto. Afinal, sem ele é impossível ter um bom acabamento nas peças e, claro, mais segurança no uso do móvel.

 

Para te ajudar a fazer a escolha correta na hora de compra, preparamos este artigo com os modelos ideais para cada tipo de ambiente e/ou móvel.

 

Antes da relação de pés para móveis, uma pergunta: você sabe como são fabricados esses chamados pezinhos para moveis e quais os benefícios deles?

 

Descubra na próxima seção!

 

Função e principais benefícios dos pés para móveis

 

Esse tipo de acessório é considerado um item de suporte e acabamento dos móveis. Isso porque, ele possui, ao mesmo tempo, dois objetivos:

 

  • Funcional:  é responsável por sustentar toda a estrutura do móvel e garantir que ela fique estável, firme e segura, evitando inclusive os chamados desníveis e balanços na hora do uso.
  • Estético: o seu design contribuiu para tornar a peça um elemento fundamental de composição da decoração do ambiente e estilo dos móveis. Por isso, a peça também costuma ser usada em projetos de renovação dos móveis, para revitalizar na decoração.

 

Mas para cumprir esses objetivos principais, existe uma variedade de modelos de pés para móveis distintos em tamanho, material e design. Desta forma, sempre é possível achar o modelo que melhor se adeque à sua necessidade.

 

O processo de fabricação dos pezinhos muda de acordo com a matéria-prima usada para sua produção. Geralmente, eles são feitos em madeira, plástico ou metal, com acabamento cromado, em diferentes cores ou simplesmente em verniz, como no caso da madeira.

 

Já os tamanhos podem variar entre pequeno, médio e grande, tudo vai depender da finalidade do acessório.

 

Material

Tipos de estrutura

Características da peça

Cuidados

Metal

Estrutura metálica em alumínio ou ferro, com acabamento cromado ou branco, com capacidade para cargas pesadas.

É leve, porém muito resistente e versátil, sendo muito usada em camas boxes, armários, estantes e balcões.

 

Seu design combina muito bem com móveis de metal e ambientes que precisam transmitir modernidade e elegância.

Fácil de limpar com um simples pano de algodão úmido, o que ajuda a manter o acessório conservado e útil por mais tempo.

 

Evite usar buchas de aço ou álcool na limpeza do acessório.

Madeira

Geralmente produzido em eucalipto, com acabamento apenas em verniz.

Seus diferentes formatos são pensados para suportar mesas escrivaninhas, armários, gaveteiros, entre outros.

Um pouco mais pesada que o metal, os pés de madeira são bem resistentes e promovem ao ambiente uma característica mais descolada e, ao mesmo tempo, estilosa.

Fácil de limpar com tecido umedecido, mas requer atenção, pois o contato direto com a água pode danificar mais rápido os pés.

Plástico

Fabricado em plástico ABS e com acabamento em diferentes cores, se adequa bem com qualquer móvel, principalmente aqueles em áreas externas.

Seu material é mais barato e, por isso, tem um bom custo x benefício e costuma ser muito usado em projetos moveleiros mais populares.

É super fácil de limpar, podendo inclusive ser lavado diretamente com água.

 

Além das vantagens de cada material, os pés para móveis também costumam proporcionar os seguintes benefícios:

 

  • Alta versatilidade, combinando com qualquer tipo de móvel;
  • Maior conservação e durabilidade dos móveis;
  • Mais firmeza e estabilidade para as estruturas moveleiras;
  • Melhorias no acabamento estético dos móveis.

 

Com todas essas informações básicas em mente, chegou a hora de escolher o modelo ideal para sua mobília!

 

Como escolher corretamente os pés para móveis

 

Como citamos na seção anterior, cada pé para móvel possui uma estrutura específica para atender a uma determinada necessidade da mobília e deve combinar com a decoração proposta para os ambientes. Por isso, cada acessório responde a uma determinada característica funcional, visual e de acabamento.

 

Descubra quais modelos são indicados para tipo de estrutura moveleira!

 

Pé para armários:

 

São modelos usados em móveis de cozinha e com estrutura mais simples. A principal responsabilidade do acessório é garantir a segurança da estrutura dos armários no uso do dia a dia. Ou seja, seu objetivo é funcional e proporciona melhor estabilidade e firmeza para a mobília. É possível encontrar modelos fabricados em metal, madeira e/ou plástico, cujo desempenho varia conforme matéria-prima escolhida.

 

pé para armário branco

 

As linhas mais econômicas são fabricadas com plástico e possuem ênfase na funcionalidade. Já os demais, feitos em metal e madeira, possuem custo médio a elevado, por conta da função estética que garante ao móvel melhor acabamento e uso de um sistema regulável que torna o pé como um nivelador/deslizante na ponta.

 

Quanto a forma de instalação, os pés para armário contam com diferentes formas de fixação:

 

  1. Furação pelo lado de fora do móvel: feita para fixar modelos que contam com 3 a 4 furos, cuja instalação é feita usando um parafuso mais curto na sua fixação.

 

  1. Furação pelo lado de dentro do móvel: nesse caso, é necessário apenas um parafuso para prender o pé da mobília. Ele perpassa o interior do móvel e fixa o pé na estrutura.

 

Instalação pé armario

 

Além disso, existe um terceiro modelo de fixação que é feito por encaixe, a exemplo dos pés Itatiaia, que contam com um formato que dispensa parafusos. Isso torna a instalação ainda mais fácil e prática.

 

Os pés para armário podem ser instalados em estruturas fixas como as citadas acima, ou reguláveis, quando o pé conta com um sistema de nivelamento que ajusta a altura do móvel. Nesse tipo de fixação, também encontra-se alguns modelos com uso de rodízios para facilitar a locomoção e transporte das mobílias.

 

Benefícios:

 

  • Evita o contato com o chão e, consequentemente, preserva o móvel de desgaste causados pela umidade;
  • O sistema de nivelamento chega a alcançar até 200mm, facilitando a regulagem e melhorando o nivelamento em relação ao piso;
  • Modelos versáteis e com até três formas de instalação: fixação interna, fixação externa e/ou encaixe.

 

Pé cama box:

 

Como o nome indica, o modelo é usado nas bases da cama box para garantir sua estabilidade e equilíbrio. Seus modelos variam conforme o tipo de cama que pode ser de solteiro, casal, viúva, queen ou king. Cada uma dessas estruturas precisa de um pé específico tanto para manter a firmeza da estrutura, quanto para suportar de forma adequada o peso do usuário.

 

Pé cama rodizio

 

Quanto aos modelos, eles podem ser fabricados em plástico com acabamento mais simples, cuja qualidade e resistência são inferiores, ou com melhor finalização geralmente em madeira maciça. Além disso, também existem modelos de metal com excelente desempenho e aspecto visual, combinando com ambientes modernos.

 

Na parte estrutural, existem modelos do tipo fixo e com rodízios ou rodas, que facilitam a locomoção das camas no momento da limpeza ou reorganização dos ambientes.

 

Alguns desses modelos com rodinhas são chamados de rodfix, por conta do rodízio existente ao lado do pé, cujo sistema de rolamento é ativado na inclinação da cama. Outros modelos contam com o rodízio na ponta do pé e permite girar a cama em qualquer direção e fazer curvas.

 

Os tamanhos dos pés para cama box variam entre pequeno, médio e grande, com medidas entre 60mm e 140mm. Já a fixação é feita através de um parafuso rosca máquina que já vem preso no acessório, como mostra a foto ao lado.

 

Junto com o pé para cama, vai também a bucha americana ou porca garra que auxiliam na hora do rosqueamento do pé na estrutura da cama.

 

Benefícios:

 

  • Maior mobilidade na hora de deslocar a cama;
  • Excelente combinação entre funcionalidade e estética;
  • Diferentes sistemas de rolamento para facilitar a locomoção.

 

Pé para guarda-roupa:

 

São pés fabricados em plástico rígido, ideais para sustentar móveis como guarda-roupa, sapateiras, racks e estantes. Sua matéria-prima e acabamento em diferentes cores tornam o acessório uma peça de baixo custo, mas excelente em resistência e com bom aspecto visual.

 

Pé guarda-roupas

 

Sua estrutura possui o formato de L, justamente para ser fixado nas quinas internas abaixo do guarda-roupa usando parafusos na lateral ou rodapé do móvel. Esses parafusos atravessam o rodapé e fixam o pé para guarda-roupa.

 

Já os tamanhos são bem diversificados podendo variar entre grande, médio e pequeno.

 

Benefícios:

 

  • baixo custo;
  • boa resistência e durabilidade;
  • ideal para móveis de madeira, sobretudo, guarda-roupa.

 

Pé para sofá:

 

Esse modelo é muito usado para reposição ou projeto de móveis, cuja função principal é evitar que o estrado do sofá não tenha contato direto com o chão. Assim o pé busca proteger a base do sofá de desgastes causados pelo atrito com o chão, gerando maior durabilidade do móvel.

 

Pé sofa madeira

 

Os modelos de pés para sofás podem ser fabricados em madeira, plástico ou alumínio e os tipos mais comuns no mercado são os pés de canto e os pés de centro.

 

Existe também o pé trapézio que é usado tanto em sofá quanto em armário, além do já antigo modelo de pé com prego, ainda usado por alguns que desejam melhorar o deslizamento da mobília.

 

A fixação do pé para sofá é feita de duas formas:

 

  • com rosca máquina através do uso da bucha ou porca garra;
  • com rosca soberba, prendendo os pés diretamente na madeira.

 

Parafusos maquina e soberba

 

 

 

 

Benefícios:

 

  • protege a base dos sofás do atrito com o chão.
  • conserva o tecido inferior do sofá por mais tempo.
  • facilita o deslizamento e locomoção da mobília.

 

Sapatas:

 

É um tipo de pé para móvel que facilita o deslocamento dos móveis, evitando tanto o desgaste do piso quanto da base dos móveis. Além disso, ele é essencial para proteger os móveis do contato direto com o chão, evitando que a umidade estrague as estruturas de madeira, por exemplo.

 

Mesa retrátil com sapata

 

Os modelos de sapata podem ter formato redondo, geralmente para uso em pés de cadeira de madeira ou pés de cama, bem como nas bases de puff. Já as quadradas, são usadas e fixadas diretamente na estrutura dos móveis.

 

Pé nivelador/ Sapata niveladora:

 

Também chamado de pé deslizante, é um modelo muito usado em praticamente todo tipo de móvel ou projeto de serralheiro. Ele possui duas funções principais:

 

  • ajudar no nivelamento das mobílias;
  • promover melhor deslizamento do móvel com o chão.

 

Pé nivelador

 

Sua instalação é feita com o uso de uma bucha plástica para móveis metálicos ou bucha americana quando fixados em madeira.

 

Outra forma de prender o nivelador é com o uso de uma chapa metálica, acessório mais indicado para madeiras muito macias ou de menor qualidade, como aglomerado e outros.

 

Benefícios:

 

  • função deslizante que auxilia na locomoção dos móveis;
  • possibilidade de regulagem de altura das estruturas;
  • melhor nivelamento dos móveis com o chão.

 

Já descobriu qual desses modelos de pé para móveis se adequa melhor à sua necessidade?

 

Lembre-se que a escolha desse acessórios é fundamental para garantir a estabilidade e a firmeza da estrutura, mas sobretudo para conservar seus móveis por mais tempo e ainda garantir uma boa aparência nos ambientes.

 

Para conhecer outros modelos de acessórios para móveis, visite nossa página exclusiva sobre vibra stop e saiba como minimizar os efeitos das vibrações nas suas mobílias.

 

Botão catalogo amortecedores

DESTAQUES

Diferenças entre as corrediças telescópicas e corrediças com roldana

Diferenças entre as corrediças telescópicas e corrediças com roldana

Talvez você não saiba, mas as corrediças telescópicas e com roldana são os principais modelos responsáveis por garantir a mobilidade de gavetas instaladas em armários, aparadores, gaveteiros, entre outros móveis da casa. Por isso, esse tipo de ferragem é tão importante para abertura e fechamento dos compartimentos.

As ferramentas manuais mais importantes no dia a dia

As ferramentas manuais mais importantes no dia a dia

Para realizar pequenos reparos e reformas, é indispensável o uso de ferramentas manuais. Elas são essenciais para os serviços no dia a dia, seja de um profissional de marcenaria, na indústria ou pelo consumidor final em simples reparos domésticos. Por isso, hoje você vai descobrir quais ferramentas não podem faltar no seu kit e conhecer as vantagens de cada uma delas.

MAIS ACESSADOS

Tags

Para mais infomações sobre estoque, preços e condições comerciais acesse nossos Termos e Condições

© Todos os direitos reservados COMPLETA - 2021