blog-banner

Ferragens para móveis: tudo o que você deve saber

Publicado em: 24/11/2023 13:16 | Atualizado em: 24/11/2023 13:16

As ferragens para móveis estão presentes em praticamente todos os mobiliários que existem na casa e são peças que garantem a funcionalidade da estrutura do móvel (seja ele um móvel comercial ou residencial), além de ser determinante para qualidade e durabilidade da mobília.

 

Entre os itens que estão no grupo de ferragens, encontram-se acessórios como corrediças, cantoneiras, sistemas de portas de correr, fechos, dobradiças, entre outros. Todos muito utilizados na marcenaria, principalmente para a fabricação dos planejados.

 

Para entender melhor sobre os tipos, usos e aplicações, listamos abaixo as informações mais importantes sobre esses acessórios.

 

Características e tipos de ferragens para móveis

 

Por definição, ferragem é tudo aquilo que é aplicado em um móvel para garantir sua articulação e fixação e que não é feito de madeira. Por isso, é totalmente possível que existam diferentes itens na sua casa, quase imperceptíveis muitas vezes, que são peças de ferragens e estão mantendo a funcionalidade de uma determinada mobília.

 

As ferragens, quando instaladas em um móvel, são responsáveis por tornar a mobília algo mais prático, versátil e de fácil manuseio. Ela garante a usabilidade do móvel e, claro, maior conforto no dia a dia, dependo da tecnologia usada na ferragem.

 

Para aqueles que costumam fabricar ou encomendar móveis, é muito comum ter que lidar com a pergunta sobre qual tipo de ferragem é mais adequada para as mobílias e qual possui melhores benefícios quanto a funcionalidade, qualidade e durabilidade.

 

Mas antes de escolher, saiba que existem diversos modelos que podem ser encontrados no mercado, cada um com um desempenhando uma função diferente. Por isso, primeiro deve conhecer e avaliar as opções, depois verificar aquelas que melhor atendem sua necessidade.

 

Segmentos, tipos e modelos de ferragens

 

As ferragens estão divididas em dois segmentos:

 

Técnico: como o nome sugere, esse segmento consiste em acessórios relacionados à estrutura da sua mobília e têm a responsabilidade de garantir um bom funcionamento para ações como abrir e fechar as portas ou gavetas.

Fazem parte desse nicho ferragens como corrediças, dobradiças, suportes, trilhos, buchas, sistemas de portas de correr, entre outros.

 

Decorativo: esse é composto pelos acessórios relacionados ao aspecto externo do móvel e são determinantes para o design e sofisticação da mobília, agregando mais funcionalidade e valor à peça.

 

Entre eles, estão alguns itens como: puxadores, pés, iluminação, aramados e organizadores.

 

Modelos e aplicações em móveis

 

Dobradiças:  Muito comuns na área de marcenaria, as dobradiças costumam ser utilizadas para facilitar o abrir e fechar das portas de mobílias, sendo usada praticamente em todos os projetos de planejados. Afinal, sem elas ficaria impossível abrir ou fechar qualquer móvel.

 

Algumas dobradiças em destaques são:

  • retas: são as mais comuns e indicadas para portas sobrepostas;
  • curvas: ideal para aquelas portas sobrepostas parcialmente;
  • supercurvas: adequadas para as embutidas
  • com amortecedores: garante que o fechamento das portas seja feito de modo suave, evitando assim o choque na hora de fechar.

 

Quanto ao tamanho, as variações de 1” a 3”, as chamadas dobradiças comuns, são peças usadas para fabricação de móveis pequenos, as de 3” a 5” para médios e as superiores a 5” para mobílias grandes.

 

Corrediças: aplicadas em gavetas de armários, são responsáveis pela fluidez na abertura e fechamento dessas divisões. Entre os tipos existentes, é possível achar diversos modelos que variam na usabilidade e na carga suportada, chegando a 50 kg dependendo do tipo de mobília.

 

 

O principal benefício dessa ferragem é o suave deslizamento proporcionado para a peça, podendo ter diferentes sistemas de funcionamento:

  • Toque: a gaveta se abre com apenas um empurrão da mão.
  • Convencional: a abertura e fechamento são feitos por puxadores.
  • Pressão: você abre um pouco e a ferragem conclui o restante do processo.

 

Os seus modelos disponíveis variam entre: invisíveis, telescópicas, roldanas, com sistemas laterais e com/sem amortecimento.

 

Sistemas deslizantes e trilhos: a combinação dessas ferragens resultam na otimização dos espaços. A escolha pelos trilhos e sistema de deslizamento, popularmente conhecido como sistema para porta de correr, elimina o espaço na abertura das portas aumentando o tamanho do ambiente.

 

Para aplicação dessas ferragens é preciso considerar o cálculo do peso da porta e o modelo mais adequado ao móvel.

 

Fechos: a tecnologia dessas peças elimina o uso de puxadores, pois o travamento e destravamento das portas é garantido com apenas um toque.

 

Parafusos: eles se enquadram como peças de fixação e são responsáveis pela união de duas partes. Seus modelos são usados para madeira, drywall, paredes e possuem os mais diversos tipos, sendo seus grupos divididos entre: sextavados, francês, allen, rosca máquina, auto atarraxantes.

 

Suportes: usadas para dar sustentação e apoio às prateleiras, também são ferragens de fixação que servem para garantir a união entre duas partes.

 

Articuladores: também conhecidos como sistemas de elevação, os articuladores

 

Principais critérios na hora de escolher a ferragem

 

Como pôde notar, os produtos que fazem parte da linha de ferragens para móveis são os mais variados, com opções para todo tipo de necessidade.

 

Contudo, antes de escolher o modelo de ferragem é preciso avaliar os seguintes pontos: sistema de fechamento, tamanho, preço e amortecimento. Por isso, deve saber:

 

  • a qual segmento pertence a ferragem procurada?
  • o modelo escolhido é adequado ao móvel onde (design, funcionalidade etc.)?
  • como a mobília será utilizada no dia a dia?
  • qual investimento disponível para a fabricação ou aquisição do móvel?

 

Ao responder essas perguntas conseguirá escolher corretamente a ferragem adequada à usabilidade que deseja conceder ao móvel. Adotar uma opção assertiva também evita que a ferragem solte ou apresente travamento ao longo do tempo.

 

Com isso torna-se praticamente impossível fabricar ou escolher um móvel sem considerar o modelo de ferragem aplicado. As ferragens para móveis são peças essenciais para garantir melhor funcionalidade, articulação e fixação do seu móvel, sem falar na função estética que muitos modelos possuem, sobretudo aqueles embutidos ou com sistema de deslizamento. Por isso, uma escolha errada impacta diretamente no desempenho e durabilidade do seu móvel.

 

Para fazer uma avaliação dos modelos existentes, visite a página exclusiva sobre linha de ferragens para móveis da Completa.

DESTAQUES

Guia prático: como escolher o rodízio ideal

Guia prático: como escolher o rodízio ideal

Estes pequenos componentes desempenham um papel significativo na funcionalidade e na mobilidade dos móveis, influenciando diretamente na experiência de uso e na preservação dos pisos. Diante da diversidade de opções disponíveis no mercado, a tarefa de selecionar o rodízio ideal pode parecer desafiadora. No blog de hoje, preparamos um guia prático sobre os principais aspectos a serem considerados ao escolher os rodízios, oferecendo orientações úteis para facilitar sua decisão e garantir a funcionalidade e durabilidade dos seus móveis.

Saiba tudo sobre os diferentes tipos de puxadores disponíveis no mercado

Saiba tudo sobre os diferentes tipos de puxadores disponíveis no mercado

A variedade de tipos de puxadores disponíveis no mercado é vasta e diversificada, indo desde os mais simples e discretos até os mais elaborados e sofisticados. No blog de hoje, vamos explorar os diferentes estilos, materiais e funcionalidades dos puxadores, proporcionando uma visão abrangente sobre os itens para auxiliar na escolha certa para cada ambiente e necessidade.

MAIS ACESSADOS

Tags

Para mais infomações sobre estoque, preços e condições comerciais acesse nossos Termos e Condições

© Todos os direitos reservados COMPLETA - 2024